26 junho 2007

Que fazer aos miúdos?

Neste momento despontam imensos valores formados no FC Porto com capacidades para ganhar um lugar no plantel, miúdos que todos os anos são emprestados sem tão pouco terem a oportunidade de fazer a pré época. São os casos de Hélder Barbosa, Bruno Gama, Paulo Machado, Zequinha, Nuno Coelho e Ivanildo. Todos eles são Internacionais Sub 21 e Sub 20 e espalham a magia do seu futebol por campos que não os do Porto, que ao invés de proceder ao investimento nos jogadores da sua formação se prontifica a comprar estrangeiros de qualidade duvidosa, com salários bem acima das suas potencialidades e com onerários chorudos a empresários, não esquecendo o custo da sua contratação. Facilmente vêm à cabeça nomes como os de Tarik que custou aos cofres do Porto 1 milhão de €, Sonkaya igualmente por 1 milhão de €, Claudio Pittbull , Leandro do Bomfim, Leo Lima, Sokota ou Alan.
Pode um clube como o FC Porto dar-se ao luxo de fazer investimentos arriscados em jogadores num futebol globalizado, em que a informação discorre rapidamente? A resposta? Acertou! É não!!Deve sim apostar e valorizar os seus jovens e potenciar o seu desenvolvimento no seio da equipa principal, apostando na política seguida pelo Sporting CP que todos anos lança jovens na sua equipa principal. De que serve o investimento na formação se essa não é devidamente potenciada?

Bruno Gama (emprest. Vit. Setúbal)
Médio ofensivo que pode jogar encostado à faixa direita, uma excelente opção para preencher o lugar de Alan que deve ser cedido. Um médio moderno, dotado de bons recortes técnicos, velocidade para imprimir ritmo, luta sem nunca desistir de um lance.



Hélder Barbosa (emprest. Académica)
Extremo esquerdo vigoroso, génio da formação portista, dotado de um excelente pé esquerdo capaz de fazer vibrar as bancadas com as suas fintas e cruzamentos. José Mourinho ficou encantando com este prodígio, estreando-o na inauguração do Estádio do Dragão com apenas 16 anos. Merece crescer juntamente com Quaresma , e deliciar os adeptos no Dragão com a sua magia.



Paulo Machado (emprest. U. Leiria)
Um médio todo terreno capaz de jogar como médio mais defensivo ou número 8 apoiando o ataque, tem um forte pontapé que já lhe valeu golos de belo efeito. Merece uma aposta convicta nas suas capacidades, um excelente segunda linha do meio campo portista, para aprender com Lucho ou Paulo Assunção.



Ivanildo (emprest. U.Leiria)
Extremo esquerdo veloz com técnica para chegar à linha e efectuar cruzamentos de belo efeito, tem um remate desinibido e velocidade para contrariar as defesas mais desprevenidas, peca por vezes pela ingenuidade. Precisa de crescer no seio do plantel portista, sentir o peso da camisola portista.


Nuno Coelho(emprest. Standard Liége)
Defesa Central seguro pelo ar e pelo chão, com capacidade para sair a jogar, formou com Manuel da Costa uma dupla de centrais de grande qualidade no Torneio de Toulon 2006. Tal como muitos outros centrais da formação portista deverá ser emprestado até atingir o ponto de maturidade ideal para ingressar no plantel.

Sem comentários: