12 novembro 2007

E vão dois...Porto volta a empatar!!

Depois de um inicio de Campeonato avassalador, com oito triunfos consecutivos o Porto empata pela segunda vez consecutiva. São quatro pontos perdidos em duas jornadas que permitem a aproximação do SL Benfica que minutos antes do inicio da partida na Amadora tinha cilindrado o Boavista por 6 - 1 e está agora a a escassos quatro pontos da liderança. O campeonato parece relançado!
O jogo até começou bem para os comandados de Jesualdo Ferreira, que uma vez mais entraram decididos a resolver o jogo ainda na primeira parte. Foi por isso sem surpresa que aos 24min Lisandro Lopez ( quem mais? ) abriu o marcador com um remate de pé esquerdo no interior da área que ainda embateu no poste, depois de uma recepção de bola fantástica. Lisandro Lopez está numa forma absolutamente arrasadora e aumenta para 9 os golos na Liga Bwin em outras tantas jornadas realizadas por si, média de um golo por jogo. Até ao intervalo só ia dando Porto que controlava a seu belo prazer as incursões atacantes dos estrelistas.
Para a segunda parte estava reservado um Quaresma show como já não se via a algum tempo. Ricardo Quaresma voltou a brindar os adeptos com a sua magia em algumas jogadas de bom recorte técnico. E foi de um pormenor de Quaresma que surge o segundo golo. Já no interior da área resolve fazer um passe atrasado de calcanhar que engana toda a defesa amadorense e coloca Raúl Meireles em posição privilegiada para armar o remate que ainda embate em Wagnão e entra na baliza de Nélson. Estava feito o 2-0 aos 50min e os jogadores do Porto festejavam como se a vitória estivesse garantida.
E de facto, o Estrela não apresentava argumentos para se bater com um Porto assim tão forte. Depois do golo o ritmo baixou e o Estrela mostrava-se mais afoito no ataque. Jesualdo retira de jogo Lucho para o fazer descansar e coloca Bolatti e pouco depois substitui Tarik ( mais uma boa exibição ) por Adriano. O meio campo portista ia controlando as investidas até que uma falta no meio campo aos 85min mudou o rumo do jogo. Maurício aparece no meio dos centrais portistas a cabecear para o golo, depois de uma saída em falso de Heltón. Face ao golo do Estrela, Jesualdo coloca Kaz em campo para dar corpo à equipa e aguentar o chuveirinho do Estrela, eles que têm a equipa mais alta da Liga. Mas já no cair do pano, Stepanov infantilmente agarra na grande área Jeremiah e o árbitro João Ferreira que até parecia inclinado a deixar passar o lance, recebe a informação do seu assistente e de imediato aponta para a linha dos 9,15m . Mateus chamado a converter desfeiteou Heltón e estabeleceu o empate com que se chegou ao final.
Daúto Faquirá em declarações à imprensa resumiu bem o jogo: " O Estrela dançou ao ritmo da música do Porto ". Já Jesualdo Ferreira considerou o empate na Reboleira " justo " e teceu criticas à postura da sua equipa dizendo: " Com estes últimos 20 minutos arriscamo-nos a perder a liderança". O Campeonato está seguramente relançado.

Sem comentários: