30 outubro 2007

Bis de Licha em noite tranquila...

Em noite de encontro de rivais antigos o Porto recebeu o Leixões e venceu tranquilamente por 3 golos sem resposta. Foi uma noite tranquila para os comandados de Jesualdo Ferreira que aos 9 minutos já venciam por 2-0, depois de uma entrada avassaladora. Primeiro o inevitável Lisandro que com um sentido de oportunidade fantástico dribla o seu opositor e de pé esquerdo bate Beto, ficando a dúvida se teria tocado a bola com o braço. Logo depois, Tarik que esta época está irresistível, tabela com Lucho González e dribla já na área dois opositores, Beto que lhe sai aos pés e encosta para o fundo das redes, um golo fantástico de Tarik que tem surpreendido tudo e todos neste retorno ao Dragão. Com o Porto a dominar a seu belo prazer o jogo foi-se arrastando até final a um ritmo lento, mas houve tempo ainda para um terceiro golo. Novamente Lisandro, desta vez de cabeça depois do centro da direita de Quaresma, faz o seu oitavo golo para o campeonato em sete jogos realizados ( não jogou a primeira jornada por castigo ).
De realçar do lado do Leixões o esforço de Paulo Machado, jovem emprestado pelo Porto, que criou problemas a Raul Meireles durante quase todo o jogo, e algumas iniciativas de Vieirinha, a mostrarem serviço a Jesualdo Ferreira.
Do lado do Porto Bolatti que fez o seu primeiro jogo a titular, cumpriu a sua missão sendo o melhor recuperador de bolas dos azuis e brancos, tentou sempre jogar fácil e colocar a bola a jogar nos médios mais avançados. Destaque ainda para a entrada de Postiga aos 60 minutos, mais uma vez para jogar solto na frente de ataque, no entanto sem nada a acrescentar ao jogo. Já Quaresma está em nítido baixo rendimento e deveria ter sido substituido.
Mais uma vitória para o Futebol Clube do Porto que eleva para 8 e 9 os pontos de avanço sobre Benfica e Sporting respectivamente. Segue-se uma viagem já na sexta-feira até ao Restelo onde se esperam maiores dificuldades.

Sem comentários: